instagram facebook spotify

A blogger que está a romper tabus e a inspirar outras mulheres


Ana Catarina Carvalho conhece bem a sensação de não se sentir bem consigo própria. Durante anos, viveu sob as suas próprias restrições, sempre com receio do julgamento e até mesmo dos olhares das outras pessoas. Felizmente, no caso de Ana Catarina, o amor próprio acabou por falar mais alto.

A partir da consciência das suas próprias qualidades, deu início à recuperação da sua autoestima e, neste processo, nasceu o blogue Vestígios de um Batom. Com simplicidade, carisma, muito bom gosto e nenhum medo de romper tabus, Ana Catarina dá excelentes dicas de moda, beleza e lifestyle.

Recentemente, a blogger resolveu dar mais um importante passo na conquista da autoconfiança e, com uma grande dose de coragem, publicou uma foto sua em biquíni. A reação no blogue e nas redes sociais tem sido muito positiva, com comentários que elogiam a atitude e que agradecem o exemplo.

O texto que acompanha a fotografia é tão profundo, intimista e inspirador, que resolvemos reproduzi-lo na íntegra:

O Meu Corpo Imperfeito

Estive mesmo para não fazer este post. Estive quase a ceder ao medo. Quando criei o Vestígios de um Batom, nunca pensei publicar nele uma foto em biquíni. Simplesmente não era aceitável, mostrar o meu corpo, sem qualquer amparo que a moda, e as roupas, me pudessem dar. Quem me conhece de outros blogues, de outras andanças, ou mesmo quem lida comigo diariamente, sabe que durante muito tempo a confiança em mim mesma era pouca e as restrições, que eu própria impunha, cresciam de dia para dia.

Tal como disse quando fui à SIC, já tinha passado por toda uma experiência da perda de peso e, com menos 20kg, em vez de me sentir melhor, a minha opção de me concentrar nas calorias tinha o efeito contrário. Durante anos, não senti a areia da praia ou a relva da piscina. Durante anos não vesti um top que não tivesse mangas, ou um vestido. Qualquer tipo de vestido. Durante anos não saí, não me diverti, porque achava que as pessoas iam olhar para mim e criticar-me. E isso afetava-me… o facto de não ser capaz de me concentrar em mim e ignorar olhares, comentários, ou simplesmente, paranóia minha. Afetava-me, porque eu permitia. Eu permitia que as pessoas me fizessem sentir mal comigo mesma. A culpa era minha. Sabia que não estava bem e a culpa era só minha.

Quando quis mudar, achei que já não ia a tempo, achei que não ia conseguir fazê-lo sozinha. Achei que não ia ter coragem. E então dei início ao projeto que se tornou neste blogue. O primeiro passo foi deixar de olhar para mim como um tamanho de calças, para passar a ver uma mulher. Dia após dia, olhava para mim no espelho e tentava perceber aquilo que mais gostava em mim, uma coisa por dia, chegava. O segundo passou por limpar o armário e perceber o que já não me fazia falta, o que só estava ali a causar-me frustração e, por fim, tentar perceber as minhas características e como poderia usá-las de forma positiva.

No seguimento deste terceiro ponto, criei o blogue, para me ajudar a perceber que era mais do que aquilo que pensava ser e para poder ajudar outras pessoas na mesma mudança. Pesquisei sobre tipos de corpo, sobre dicas e inspirações plus size, li muito sobre autoestima, procurei informação sobre autoconfiança e aos poucos fui aprendendo a ver o que lia, o que procurava e pesquisava, em mim. E, passo a passo, fui conseguindo. Fui melhorando, fui ignorando, fui aceitando e fui amando o que sou.

Não acordo todos os dias a pensar «olha que bonita que estou hoje…vamos tirar fotos para o blogue…». É um processo. Há dias bons e dias menos bons, mas os comentários já não me afetam tanto, e eu controlo aquilo que quero usar, não aquilo que me faria passar despercebida aos olhares indesejados. O meu corpo tem imperfeições. Tem estrias, celulite, marcas. Essas são as minhas histórias. Hoje, isso não me impede de levar a minha vida como quero, sentindo-me bem. Obviamente que uma alimentação cuidada e exercício também têm ajudado, mas, a mudança começa sempre por dentro. Ser saudável faz-se por fora e por dentro, e um não funciona sem o outro.


 

Ana-Catarina-Carvalho

Ana Catarina Carvalho, autora do blog Vestígios de um Batom.
Tweet about this on TwitterShare on Facebook